Boletim Letras 360º #221

No último dia 31 de maio concluímos uma chamada para receber textos a fim de compor um dossiê sobre a obra de Lima Barreto; foram 18 textos enviados por estudiosos de todo país; desses, cinco serão selecionados e publicados a partir de julho, ponto alto do ano dedicado ao escritor, quando é homenageado durante a Festa Literária Internacional de Paraty. Por falar nisso, o programa do evento foi divulgado nesta semana e está entre os destaques desta edição do Boletim Letras 360º. Enquanto isso, continuam abertas as inscrições para o sorteio de um exemplar com todos os contos de Dostoiévski

Jorge Amado e José Saramago. A estreita amizade dos escritores será lembrada durante a FLIP com a edição das cartas dos dois. Mais detalhes ao longo deste Boletim. 

Segunda-feira, 29/05

>>> Brasil: Uma antologia com a poesia de José Luís Peixoto

Além dos romances, o escritor português também é conhecido pela sua produção do gênero poesia. Pela primeira vez, os leitores brasileiros ganharão a oportunidade de conhecer esta nova face de JLP. A criança em ruínas será apresentada pela Dublinense em julho.

>>> Brasil: Um romance de espionagem brilhante, um thriller político que apresenta um ponto de vista inédito sobre a guerra do Vietnã - este é O simpatizante

O romance deu ao escritor Viet Thanh Nguyen o Pulitzer de 2016. Descrito com um épico de amor e traição, em O simpatizante o leitor acompanha um agente duplo comunista sem nome, que se infiltrou no exército sul-vietnamita e conseguiu se refugiar nos Estados Unidos depois da Queda de Saigon. Pessoa de confiança de um general que se recusa a admitir a derrota para os vietcongues, esse "homem de duas mentes" observa o esforço dos refugiados vietnamitas para sobreviver em uma melancólica Los Angeles enquanto secretamente reporta a seus superiores comunistas no Vietnã. A edição é da Alfaguara Brasil.

>>> Brasil: Companhia das Letras coloca nas livrarias Sexus, de Henry Miller

Há muito fora de catálogo, o livro que integra a coleção de obras ousadas e provocativas ganha uma nova tiragem. Sexus é, em muitos sentidos, autobiográfico, e narra as aventuras sexuais e literárias de Miller em meio à boêmia nova-iorquina dos anos 1920 e 1930. Sua prosa é vigorosa, plena de energia, ao mesmo tempo cínica e inocente, secular e espiritual. O livro, publicado em 1949, é o primeiro volume da trilogia "A crucificação rosada": os outros dois são Plexus, de 1953, e Nexus, de 1959.

Terça-feira, 30/05

>>> Brasil: Mais Lima Barreto nas livrarias

Atentas às homenagens sobre a obra do autor de Triste fim de Policarpo Quaresma durante a Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP), editoras brasileiras se mobilizam para re/encontrar espaços a serem preenchidos na bibliografia de/sobre Lima Barreto. Depois de vários anúncios acompanhados pelo Letras, vindos de casas como Editora Carambaia e Companhia das Letras, agora outra novidade: a Autêntica Editora publica Lima Barreto, cronista do Rio. O livro é organizado por Beatriz Resende e tem fotografias do acervo da Biblioteca Nacional. Trata-se de uma análise da faceta mais pública da produção de Lima Barreto, as crônicas, e da mais privada, a literatura da intimidade, mais especificamente o Diário do hospício. Com isso, a pesquisadora resgata uma obra que até então não havia recebido a devida importância e oferece ao leitor a oportunidade de se aprofundar numa narrativa que transita entre três planos: o ficcional, o histórico e o autobiográfico. E por falar em FLIP, eis a programação oficial.  

>>> Uma nova edição com as fábulas mais a tradução do inédito Romance de Esopo

Fábulas é um livro reúne 75 das principais Fábulas de Esopo - figura mítica ou histórica que teria vivido entre os séculos VII e VI a.C. -, acompanhadas do texto grego estabelecido por Émile Chambry. Separadas em dois grupos, "com animais" e "sem animais", as fábulas foram cuidadosamente traduzidas por André Malta, da Universidade de São Paulo, como se fossem pequenos poemas em prosa, procurando fidelidade aos ritmos e à concisão do original. O tradutor também assina uma apresentação em que discute a dimensão histórica e a estrutura das fábulas de Esopo, e como elas se destinavam não às crianças, mas à reflexão e ao deleite dos adultos. A segunda parte do volume traz a primeira tradução direta para o português do chamado "Romance de Esopo" (ou "Vida de Esopo"), a célebre biografia ficcional do fabulista, de autoria anônima, escrita por volta do século II d.C. A tradução foi realizada por Adriane da Silva Duarte, da USP, a partir da versão mais completa do texto grego, descoberta somente no século XX (a "recensão G"). Mesmo sendo uma verdadeira colagem de escritos realizados ao longo de séculos, como comenta a tradutora em sua apresentação, o Romance de Esopo diverte por sua picardia e ilumina aspectos-chave do meio em que circulavam as histórias esópicas na Antiguidade. A edição é da Editora 34.

Quarta-feira, 31/05

>>> Brasil: O último livro escrito por Umberto Eco ganha edição no Brasil pela Editora Record

Crises ideológicas, econômicas e políticas, individualismo desenfreado e uma relação simbiótica com nossos celulares são alguns dos elementos que compõem o ambiente em que vivemos- o de uma sociedade líquida, onde nada parece fazer sentido ou ter sequer algum significado. Neste que é seu derradeiro livro, a fim de tornar mais fácil a compreensão de nossa sociedade desnorteada, Umberto Eco nos presenteia com uma coleção de ensaios sobre tudo - de Harry Potter ao 11 de Setembro, passando pelo Twitter, os templários e questões de caligrafia. Pape Satàn, pape Satàn aleppe, disse Plutão no Inferno de Dante, com espanto, tristeza, ameaça ou talvez ironia. O significado do verso, ainda um mistério para nós, líquido demais, é perfeito, portanto, para caracterizar a confusão de nosso tempo e intitular esta obra.

>>> Brasil: Doris Lessing e os gatos

Foi durante a infância numa fazenda do Zimbábue que Doris Lessing começou a se encantar por gatos – paixão que acompanharia a vencedora do Prêmio Nobel de Literatura de 2007 até a morte e que se tornaria um dos temas de seus escritos de ficção e não ficção. Inédito no Brasil, Sobre gatos será lançado pela Autêntica Editora em julho e reúne três textos dela sobre os animais: "Particularly Cats", "Rufus The Survivor" e "The Old Age of El Magnifico". Era com El Magnifico, aliás, que Lessing melhor se comunicava.

Quinta-feira, 01/06

>>> Inglaterra: Em 2016, o Letras falou sobre a publicação de Beren e Lúthien, de Tolkien; a data de apresentação chegou

Os leitores de língua inglesa recebem a novidade hoje. O conto de Tolkien foi escrito para exorcizar os demônios bélicos; é uma história de amor e superação. Em 1º de jun. de 2017 cumprem-se 100 anos da escrita deste texto. A historia já é relatada em O Silmarillion, o longo e complexo livro tolkiniano que vem a ser como sua bíblia da Terra Média. Mas, a versão agora apresentada - pelas mãos do filho do escritor, Christopher, coloca os leitores próximos à primeira versão da história numa edição que além de tudo compara com as revisões posteriores, uma vez que Tolkien voltou à história inclusive com um poema. A edição é da HarperCollins com ilustrações de Alan Lee, quem já trabalhou com Peter Jackson nos filmes O senhor dos anéis. Beren é um homem mortal e Lúthien uma elfo imortal. O pai dela é contra a relação dos dois e submete Beren a uma missão: só poderiam se casar se conseguirem roubar a joia do mais terrível dos diabos, Melkor, também conhecido como Morgoth.


Faxes de José Saramago a Jorge Amado

>>> Durante a Festa Literária Internacional de Paraty deve ser publicado livro com as correspondências de José Saramago e o amigo Jorge Amado

Durante o evento, uma casa fará menção aos dois importantes nomes da literatura de língua portuguesa. Nela estarão figuras como: Pilar del Río, presidenta da Fundação José Saramago; José Luís Peixoto (que trará um livro inédito com poemas); o filólogo Frederico Lourenço, Prêmio Pessoa 2016, que na ocasião fala sobre o primeiro volume da sua tradução da Bíblia grega e publica Livro aberto: Leituras da Bíblia, pela Oficina Raquel; Djaimilia Pereira de Almeida, que apresenta seu primeiro livro no país, Esse cabelo; e o rapper e ativista angolano Luaty Beirão, de quem a Tinta-da-China Brasil vai editar o seu diário de prisão, Sou eu então mais livre, então. Ele também lançará no Brasil, pela editora Demônio Negro, Kanguei no Maiki. A edição com as cartas entre Saramago e Jorge Amado sairá pela Companhia das Letras.

Sexta-feira, 02/06

>>> Brasil: A Editora Grua continua o trabalho de organização da obra de Nikos Kazantzákis

Depois de Vidas e proezas de Aléxis Zorbás, Última tentação e O capitão Mihális, chega às livrarias a tradução de Silvia Ricardino para "Ascese". Escrito em parágrafos curtos, que muitos estudiosos da obra comparam a versículos bíblicos, este livro é um exercício espiritual. Em carta ao escritor Pandelis Prevelákis, Kazantzákis diz que não se trata de obra de arte literária ou filosófica, mas que constitui certamente o mais dilacerante brado de sua vida, um brado de busca e temor, um grito da alma. De difícil classificação, este poema-ensaio-grito dá-se na forma de um denso monólogo interior, em que o autor trata com elegância e concisão de temas que lhe são caros e que estão presentes em muitos de seus romances. Kazantzákis enxerga o homem como campo de batalha em que alma e corpo, sagrado e profano, finito e infinito, efêmero e permanente estão em constante tensão. Desde o verme cego no fundo do oceano até a arena infinita da Galáxia, apenas um está em combate e se encontra em perigo - o nosso próprio eu. A edição traz prefácio crítico de Silvia Ricardino.

>>> Argentina: Em busca da essência de Jorge Luis Borges

Um dos grandes problemas na relação com obra do escritor argentino é fato de ser um autor mais citado que lido. E uma alternativa oferecida para fazer frente a esse problema foi apresentada pela Real Academia Espanhola (RAE) junto com a Associação de Academias da Língua Espanhola e a editoria Alfaguara. Um livro com o essencial de Borges. Borges essencial é uma antologia difícil de ser criada, mas um desafio lidado por 13 pesquisadores da obra do escritor argentino. O projeto foi coordenado por José Luis Moure, da Academia Argentina. Foram selecionadas duas obras completas: O Aleph e Ficções mais uma boa mostra de sua poesia e ensaios.

.........................
Sigam o Letras no FacebookTwitterTumblrGoogle+InstagramFlipboard



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Alguns dos melhores começos de romances

Uma entrevista inédita com Liev Tolstói

Água viva, de Clarice Lispector

Potnia, de Leonardo Chioda

Avenida Niévski, de Nikolai Gógol

A lista de leituras de Liev Tolstói

De Mário Peixoto, é preciso virar a página

A ignorância, de Milan Kundera

O romance perdido de Sylvia Plath

Boletim Letras 360º #236